SPORT: TRICAMPEÕES EM TRÊS GERAÇÕES

 

 

Edson, Dubeux e Manurelzinho fazem parte da história do Leão (Reprodução revista Placar)


 

Edson, Jorge Dubeux e Manuelzinho. Os três aparecem em foto originalmente publicada pela revista Placar. Três gerações, três tricampeões pernambucanos pelo Sport em épocas diferentes. O primeiro foi Dubeux, em 1925. O Leão tornou-se o primeiro Tri da história do nosso campeonato – 1923/24/25. No jogo do terceiro título (20/12/1925), o Rubro-Negro goleou o Flamengo por 7 x 0, no campo da Av. Malaquias, gols de Péricles (2), Aluízio (2), Ademar, Dubeux e Whitam. O time campeão foi Jucá, Pedro Sá e Altino; Aureliano, Ademar e Adour; Whitam, Dubeux, Péricles, Ary e Aluízio. Péricles e Aluízio era irmãos, aos quais mais tarde se juntaria Jubal, formando o trio chamado de Irmãos Caldas.

O caruaruense Manuelzinho fez parte da equipe que brilhou em 1941/42/43 no Estadual e na famosa excursão ao Centro-Sul. Na partida do Tri, em 4/7/1943, vitória por 3 x 0 sobre o Santa Cruz, na Ilha do Retiro, gols de Zé Pequeno (2) e Navamuel. O time: Manuelzinho; Chicão e Zago; Pitota, Girafa e Gambetá; Navamuel, Baby, Bibi, Valfredo e Zé Pequeno. Técnico e jogador, Valentim Navamuel, argentino.

O meia Edson consagrou-se no tricampeonato de 1980/81 (supercampeão)/82. No jogo do Tri, 1 x 0 contra o Central, em 28/11/1982, no Arruda, gol de Ailton. A equipe tricampeã foi Serginho; Betão, Marião, Ailton e Augusto; Merica, Givanildo e Edson; Chiquinho (João Carlos), Wilson Carrasco (Roberto) e Joãozinho. Técnico, Roberto Brida.

Comentários

Postar um comentário